Profa. Dra. Maria Dolores Fortes Alves

 

 Doutora e Mestre pela PUC/SP, Palestrante, Conferencista. Professora, Psicopedagoga,  Escritora?



Meu Diário
21/06/2011 19h05
Dr. Clement Hajian na TV falando spbre a medicina alternativa

Dr. Clement Hajian na TV falando spbre a medicina alternativa

 

Vejam a entrevista sobre o tema “Medicina Psicossomática” com Dom Fernando no  programa “Deus Médico dos Médicos ” na Rede TV, estará no ar dia 17/07/2011 às 10:00 h

 

Aproveitará a ocasião para anunciar algumas novidades do seu novo site: criesaude.com e 

também que dentre em breve estará operando o Sistema SCIO em sua clínica.


Publicado por Maria Dolores Fortes Alves em 21/06/2011 às 19h05
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (ALVES, MARIA DOLORES FORTES). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
13/06/2011 14h37
CURSO: CONSTRUINDO ESTRATÉGIAS INTEGRADORAS E INCLUSIVAS: A Força e a Suavidade da Diversidade

 


PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO

PÓS GRADUAÇÃO, LATU SENSU, ESPECIALIZAÇÃO E MBA

 

CONSTRUINDO ESTRATÉGIAS INTEGRADORAS E INCLUSIVAS:

A Força e a Suavidade da Diversidade

Curso Semipresencial

Categoria: EXTENSÃO 
Promoção: PUC-SP - Faculdade de Educação 

Informações: (11) 3124 9600 

 

Início em: 13 de agosto de 2011 
Duração: 48 horas 
Horário: de 3 a 6 horas aos sábados

 

APRESENTAÇÃO: Este curso se propõe à construção de estratégias formativas integradoras e inclusivas para serem trabalhadas em diferentes espaços e tempos de interação social. Tais estratégias integradoras constituem-se como processos mediante os quais construiremos novos significados das coisas da vida e do que acontece no mundo ao nosso redor, ao mesmo tempo em que buscaremos melhorar ou desenvolver estruturas e habilidades cognitivo/emocionais tornando-as também mais abertas as diferenças. De tal modo, modificaremos nossas atitudes, valores e competências, projetando tais mudanças em nossa vida cotidiana, nas relações político-sociais e laborais fazendo-nos sentir, pensar a agir com mais respeito e legitimidade a nós mesmos e ao outro.

OBJETIVO GERAL: Criação de estratégias integradoras e inclusivas que busquem a valorização do conviver e aprender com a diversidade.

Objetivos específicos:

• Estimular a cooperação, solidariedade, criatividade, o autoconhecimento,  autoria de pensamento,  motivação pessoal e interpessoal.

• Desenvolver, cooperação, resiliência, mente próspera, mudança de paradigmas e de padrões cristalizados de pensamento. Bem como, compreender o papel da diversidade para evolução e crescimento do potencial humano e planetário.

DIRIGIDO A: Professores, Psicológicos, Pedagogos, Psicopedagogos, Fonoaudiólogos, Gestores, Recursos Humanos, Profissionais da saúde etc.

ESTRUTURA E CARGA HORÁRIA: 48 horas, sendo 36 presenciais e 12 online.

COORDENAÇÃO: Profa Dra Elisabeth Almeida

DOCENTE: Profa Drda. Maria Dolores Fortes Alves[1] e professores convidados.

OUTRAS INFORMAÇÕES: http://cogeae.pucsp.br/cogeae/curso/2508
OBS. Descontos especiais p/ex-alunos, assim como grupos (empresas, escolas ou outras instituições)

 



[1] Doutoranda e Mestre em Educação pela Pontifícia Universidade Católica PUC/SP-CNPq; Mestre em Psicopedagogia pela UNISA; Pós-Graduada em Distúrbios da Aprendizagem pela UBA (Universidade de Buenos Aires); Especialista em Educação em Valores Humanos; Pedagoga pela UNISA; Pesquisadora GEPI (Grupo de Estudos Pesquisas Interdisciplinares), RIES (Rede Internacional Ecologia dos Saberes), ECOTRANSD (Ecologia dos Saberes e Transdisciplinaridade, com projeto financiado pelo CNPq)e ADESTE (A Adversidade Esconde um Tesouro pela Universidade de Barcelona); Docente colaboradora de  Pós-Graduação (PUC. UNASP, UNIFESP e outras); Assessora Educacional; Palestrante Nacional e Internacional. Autora de diversos artigos e livros, entre eles: “DE PROFESSOR A EDUCADOR: Contribuições da Psicopedagogia: ressignificar valores e despertar autoria.” e “O VÔO DA ÁGUIA: uma autobiografia”, “FAVORECENDO A INCLUSÃO PELOS CAMINHOS DO CORAÇÃO: Complexidade, Pensamento eco-sistêmico e Transdisciplinaridade” pela WAK. Site pessoal: www.edupsicotrans.net

 


Publicado por Maria Dolores Fortes Alves em 13/06/2011 às 14h37
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (ALVES, MARIA DOLORES FORTES). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
01/05/2011 20h44
PRESENTE PARA O DIA DAS MÃES

"O VOO DA ÁGUIA: UMA AUTOBIOGRAFIA". Um lindo e emocionante livro para presentear sua mãe. Fala sobre superação, alegria de viver e motivação. Poético e alegre. Sua vida e de sua mãe não será a mesma após lê-lo. Últimos exemplares da edição.

www.wakeditora.com.br ou nas melhores livrarias.

Publicado por Maria Dolores Fortes Alves em 01/05/2011 às 20h44
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (ALVES, MARIA DOLORES FORTES). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
01/05/2011 18h46
LIVRO SOBRE PSICOPEDAGOGIA E TRANSDISCIPLINARIDADE

 

PESSOAS QUERIDAS,

ESTE LIVRO DO MEU QUERIDO AMIGO DR. JUAN BATALLOSO É UM VERDADEIRO TRATADO SOBRE PSICOPEDAGOGIA E TRANSDISCIPLINARIDADE. É UMA OBRA PRIMOROSA NA QUAL JUAN, COM SUAS INÚMERAS VIVÊNCIAS EM SALA DE AULA E COMO PSICOPEDAGOGO,  ESCREVE COM MUITA PROPRIEDADE SOBRE ESTES ASSUNTOS DE RELEVANCIA NA CONTEMPORANEIDADE. RECOMENDO A TODOS E TODAS.

Profª Maria Dolores Fortes Alveshttp://gfx2.hotmail.com/mail/w4/pr01/ltr/emoticons/rose.gif

Doutoranda e Mestre em Educação pela PUC/SP;
Pedagogoga, Psicopedagoga, Escritora.
Pesquisadora ECOTRANSD e RIES.

“...A finalidade maior da educação é promover o crescimento pessoal, individual e coletivo do ser aprendente, favorecer o desenvolvimento humano, colaborando para a evolução de sua consciência e de seu espírito, mediante a participação ativa, reflexiva, prazerosa e criativa em atividades educacionais de naturezas diferentes...” (Moraes, Maria Cândida, 2008:251). Isto nos indica que em todo processo educacional convergem, se relacionam e interagem, de forma interdependente, ao menos três tipos de processos. De um lado, processos de ensino-aprendizagem, de outro, processos de orientação-desenvolvimento e, integrados profundamente a ambos, processos vitais- espirituais, criativos e de construção de sentido. Estes três processos, simultâneos, integrados e contextualizados nas relações e interações ocorrentes no ciclo indivíduo/sociedade/natureza, são os que fazem da educação, não apenas uma necessidade vital a ser atendida e garantida pelos Direitos Humanos Universais, mas também um fenômeno biopsicosssocial, já que unicamente educando-nos permanentemente é que poderemos preservar a vida na Terra e assegurar nossa sobrevivência como espécie, desenvolvendo-nos plenamente como seres humanos.

 

A partir desta perspectiva, uma concepção ecossistêmica e transdisciplinar da Psicopedagogia e da Orientação Educacional necessariamente tem que ir muitíssimo mais além das visões míopes, unilaterais, estreitas, especializadas e clínicas que tem sido e segue sendo, em grande parte, as que predominam no cenário educacional da maioria dos sistemas escolares nacionais e internacionais. Necessitamos, portanto, de um novo olhar capaz de recuperar e reconstruir aqueles valores humanos e sociais que deram origem à Psicopedagogia, para que possamos situá-la novamente a partir de perspectivas mais coerentes às funções sociais de ajuda ao aluno que dela necessite e que, dadas às novas realidades sociais e culturais emergentes, exigem por parte dos profissionais da educação, funções mais globais e sistêmicas do que aquelas de natureza diagnóstica, técnica e terapêutica tradicionalmente trabalhada.

 

O trabalho em psicopedagogia exige, mais do que nunca, uma análise crítica de sua problemática, pois precisamos explicar as razões pelas quais, mesmo tendo alcançado, em nossos países, índices de atendimento educacional nunca antes imaginados, constatamos que ainda não se resolveram os velhos problemas educacionais relacionados à qualidade do ensino, à evasão e à repetência. Muito pelo contrário, esses estão aumentando e dando origem a outros novos, os quais não podem ser resolvidos apenas criando serviços especializados, mas buscando olhares mais sistêmicos, ecológicos, complexos e transdisciplinares, como também mais humanos e éticos.

 

Quais são as temáticas existenciais e educativas que estão na base dos problemas, das dificuldades e necessidades que as instituições educacionais apresentam hoje? Qual é o paradigma educacional mais adequado para se abordar a estreita vinculação e a interdependência entre os problemas educacionais? Como trabalhar, social e profissionalmente, as profundas crises que vem afetando a educação e suas múltiplas conseqüências? É possível reencantar a educação a partir de suas necessidades e problemas emergentes?

 

 

Mais especificadamente, qual é a função social dos profissionais de Orientação Educacional ou de Psicopedagogia? Em que consiste realmente seu trabalho? A quem devem realmente servir? Como fundamentar ética e socialmente o trabalho psicopedagógico? É possível desenvolver novas concepções e novas práticas de Orientação Educacional capazes de superar as lógicas burocráticas, tecnocráticas e rotineiras? É possível fazer surgir uma nova orientação e intervenção psicopedagógica a partir de um novo paradigma? Por onde começar?

 

Estas e muitas outras questões relevantes foram trabalhadas, com grande talento e competência, pelo prof. Juan Miguel Batalloso Navas neste seu livro, que tenho a honra e a imensa alegria de prefaciá-lo.

 

“Mais do que nunca se faz, portanto, necessária uma nova visão da Psicopedagogia, algo que vá mais além de sua missão voltada para a melhoria dos processos de ensino-aprendizagem. É preciso um estudo mais aprofundado de seus fundamentos teóricos e uma proposta baseada em novos princípios, em novas dimensões e ações mais congruentes com as complexas necessidades educacionais de nosso tempo”.

 

Maria Cândida Moraes

 

SUMÁRIO

 

Prefácio

 

1. Reflexões preliminares: ética, educação e psicopedagogia

1.1. Uma revolução ética

1.2. Visão ecossistêmica e transdisciplinar

1.3. Um novo paradigma educacional

 

2. Perguntas geradoras

2.1. Burocracias escolares e paradoxos educacionais

2.2. Novas necessidades educacionais

2.2.1. Alunos ou pessoas?

2.2.2. Sala de aula ou centro educacional?

2.2.3. Conceitos ou atitudes?

2.2.4. Consumir ou construir?

2.2.5. Escolarizar ou Educar?

2.2.6. Ensinar ou aprender?

2.2.7. Qualificação ou avaliação?

2.2.8. Dependência ou autonomia?

2.2.9. Respostas ou perguntas?

2.2.10. Razão ou sentimentos?

 

3. Um pouco de história

3.1. Antecedentes remotos

3.2. Antecedentes próximos

3.3. A atualidade

 

4. Especialização, psicopedagogia e orientação

4.1. Consequências (des)educacionais da especialização

4.2. Complexidade dos fenômenos educativos

4.3. Precisões terminológicas

 

5. Princípios da orientação psicopedagógica

5.1. Processo permanente

5.2. Processo ecossistêmico

5.3. Compreensividade-diversidade

5.4. Ajuda ao desenvolvimento

5.5. Prevenção

5.6. Antropológico

 

6. A função orientadora

6.1. Uma paisagem complexa

6.1.1. Subemprego e precariedade

6.1.2. Novas formas de dominação, submissão e violência

6.1.3. Crise das relações sociais de vínculo e responsabilidade

6.1.4. Novas formas de lazer alienante e destrutivo

6.1.5. Dependência juvenil

6.1.6. Psicopatologias sociais

6.1.7. Diversidade cultural e imigração

6.1.8. Formação profissional desumanizada

6.2. Novas realidades educacionais

6.3. Novas funções da orientação psicopedagógica

6.3.1. Propostas gerais

6.3.2. Agentes transformadores

6.3.3. Mudando de paradigma: funções específicas

6.3.3.1. Assessoramento e/ou consulta

6.3.3.2. Coordenação

6.3.3.3. Avaliação

6.3.3.4. Formação

6.3.3.5. Inovação

6.3.3.6. Organização

6.3.3.7. Dinamização e mudança

 

7. Dimensões da orientação psicopedagógica

7.1. Visão transdisciplinar e pensamento ecossistêmico

7.1.1. Incerteza e unidade entre sujeito e objeto

7.1.2. Totalidade

7.1.3. Irreversibilidade e auto-organização

7.1.4. Intersubjetividade

7.1.5. Interatividade

7.1.6. Transcendência e espiritualidade

7.2. Proposta de dimensões

7.3. A atenção à diversidade

7.3.1. As necessidades educacionais especiais

7.3.2. Algumas propostas de intervenção

7.3.2.1. Centradas na sala de aula

7.3.2.2. Medidas extraordinárias

 

8. Dimensão pessoal. O eu e a consciência - Aprender a ser

8.1. Aprender a ser pessoa

8.1.1. Autoconhecimento

8.1.2. Educação em valores

8.1.3. Educação vocacional

8.1.4. Aprender a tomar decisões

8.1.5. Aprender a ser criativo

8.1.6. Educação para a serenidade e a harmonia

8.2. Aprender a ser sensíveis e emocionalmente inteligentes

8.3. Aprender a ser feliz

8.3.1. Idear, escolher, desenhar e realizar projetos

8.3.2. Assumir, enfrentar e resolver problemas

8.3.3. Trabalhar de forma persistente e sustentável

8.3.4. Pensar positivamente

8.3.5. Dar e receber afeto, carinho e amor

8.3.6. Viver com desapego e autonomia

8.3.7. Construir e dar sentido à nossa vida

8.4. Aprender a desenvolver nossa inteligência espiritual

 

9. Dimensão psicofísica. Corpo e conduta - Aprender a conhecer e aprender a fazer

9.1. Educação corporal e para a saúde

9.2. Educação da vontade

9.3. Processos de ensino-aprendizagem

9.3.1. Com o professorado

9.3.2. Com as famílias

9.3.3. Com o alunado

 

10. Dimensão interpessoal. Cultura e sociedade - Aprender a conviver

10.1. Habilidades sociais

10.1.1. Metodologias comportamentais

10.1.2. Metodologias cognitivas

10.1.3. Metodologias ecossistêmicas

10.2. Inteligência social

10.3. Educação para a paz

 

11. Dimensão ecosociopo lítica. Sistema social e meio ambiente - Aprender a se comprometer

11.1. Educar para a democracia

11.1.1. Diálogo

11.1.2. Reflexão crítica

11.1.3. Participação

11.1.4. Desenvolvimento comunitário

11.2. Educar para a cidadania planetária

11.3. Educar para a igualdade, o cuidado e a ternura

 

12. Começando a trabalhar

12.1. Metas desejáveis

12.1.1. Desconcentração e educação ambiental

12.1.2. Combinação de trabalho manual, trabalho intelectual e trabalho social

12.1.3. Diversidade, personalização, globalização e transdisciplinaridade

12.1.4. Autonomia, flexibilidade curricular e culturas profissionais de colaboração

12.1.5. Avaliação democrática e reflexão sobre a prática

12.1.6. Adequação entre espaços, tempos, necessidades e recursos

12.1.7. Democracia e cidadania

12.1.8. Convivência, harmonia e paz

12.1.9. Orientação como ajuda e disponibilidade permanentes

12.2. Dificuldades e possibilidades

12.3. Palavras finais

 

Referências bibliográficas

 Dimensões da Psicopedagogia Hoje - Uma Visão Transdisciplinar

Autor(es): Juan Miguel Batalloso   

EDITORA: LIBER LIVROS

PREÇO: R$ 45.00

ISBN: 978-85-7963-034-7


Publicado por Maria Dolores Fortes Alves em 01/05/2011 às 18h46
 
19/03/2011 19h45
CURSO (TRANS) FORMAÇÃO PARA A DIVERSIDADE: Construindo estratégias integradoras.
Breve descrição

“A Formação para a diversidade por uma perspectiva integradora e multidimensional focada na Complexidade, Transdisciplinaridade e no Paradigma Ecossistêmico nos possibilita reconhecer a necessidade de construção de ambientes socioeducacionais como espaços de cruzamento de diversos saberes, linguagens, culturas, metodologias e representações voltadas para expressão do conhecimento humano, da criatividade e da sustentabilidade constitutivo da trilogia humana. Neste contexto é possível e necessário reconhecer cada sujeito como único e singular, integrante da Teia da Vida e potencializador do questionar de preconceitos, estimulando a prática compartilhada da generosidade, do acolhimento, da resiliência e do respeito a si mesmo, ao outro e ao Todo. Reconhecendo o valor da diversidade em que TODOS sejam vistos como plenos de potenciais e de IGUAL VALOR.”


Públicos possíveis: Professores, Coord. Pedagógicos, Psicólogos, Grupos de teatro, Psicopedagogos, Fonoaudiólogos, Fisioterapeutas, T.O.s. Gestão de Pessoas, etc. (Educação, Agentes Sociais, Culturais, Saúde e Empresas e quem estiver aberto a construção de um mundo no qual caibam muitos mundos).

Docente: Maria Dolores Fortes Alves e Professores colaboradores

Mais infornações e Agendar cursos, palestras, oficinas ou workshops, favor contatar minha assessoria wakeditora@uol.com.br
Meu blog: http://asuperacoesdeumacadeirante.blogspot.com/
Agradeço a abertura amorosa. Voemos juntos!!!!!!!!

Sobre mim...
Doutoranda e Mestre em Educação pela Pontifícia Universidade Católica PUC/SP; Mestre em Psicopedagogia pela UNISA; Pós-Graduada em Distúrbios da Aprendizagem pela UBA (Universidade de Buenos Aires); Especialista em Educação em Valores Humanos; Pedagoga pela UNISA; Pesquisadora do GEPI (Grupo de Estudos Pesquisas Interdisciplinares) RIES (Rede Internacional Ecologia dos Saberes) e, ECOTRANSD (Ecologia dos Saberes e Transdisciplinaridade , com projeto financiado pelo CNPq); Docente colaboradora de Pós-Graduação (PUC. UNASP, UNIFESP e outras); Assessora Educacional; Palestrante Nacional e Internacional. Autora de diversos artigos e livros, entre eles: “DE PROFESSOR A EDUCADOR: Contribuições da Psicopedagogia: ressignificar valores e despertar autoria.” e “O VÔO DA ÁGUIA: uma autobiografia”, “FAVORECENDO A INCLUSÃO PELOS CAMINHOS DO CORAÇÃO: Complexidade, Pensamento eco-sistêmico e Transdisciplinaridade” pela WAK. Meu Blog
http://asuperacoesdeumacadeirante.blogspot.com/
“Dolores e a sua velha mania de recusar a falência da Esperança... Essa menina, cadeirante inquieta, vai longe e, ainda, nos leva juntos...” Mario Sérgio Cortella

Publicado por Maria Dolores Fortes Alves em 19/03/2011 às 19h45
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (ALVES, MARIA DOLORES FORTES). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Página 10 de 31 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]


 
Site do Escritor criado por Recanto das Letras